Notícias

Metodologias de Ensino da Educação Ambiental no Âmbito da turma 40

Marideuza Oliveira Matos. Prof.ª Especialista

          Nos últimos anos, observa-se uma expansão da educação ambiental no ensino formal, ocorrendo sua universalização nas escolas. A LDB sancionada em 1997 relaciona a Educação Ambiental como tema transversal, os PCNs, deixa claro que a mesma deve ser trabalhada de forma interdisciplinar e em consonância com o contexto social. Porém, mesmo que a inserção desta temática seja atualmente uma realidade no ensino formal, sabe-se das dificuldades e desafios que a educação ambiental ainda tem que enfrentar no dia-a-dia escolar. Devido ao próprio dinamismo da sociedade, sobre a questão ambiental no processo educativo.

          Visando expectativas relacionadas à educação ambiental no ensino, faz-se presente nesta Disciplina, que tem como objetivos fazer os acadêmicos de pedagogia da turma 40 da Faculdade Pan Americana- FPA refletirem sobre as práticas de ensino de educação ambiental, no cenário da educação infantil e nas séries iniciais do ensino fundamental, e determinar princípios e finalidades de ensino, bem como produzir projetos de intervenção de ensino de educação ambiental. Este estudo foi desenvolvido em duas etapas: a primeira realizada em uma abordagem teórica com textos que impulsionou os acadêmicos á leitura reflexiva e analítica sobre a educação ambiental, caracterizando um estudo em grupos e levando eles para uma análise bibliográfica, em seguida foram á pesquisa extraclasse, para identificação das problemáticas existentes no cenário da educação ambiental.

          Na segunda etapa, a Educação Ambiental foi focada no sentido de transversalidade, não sendo objeto de preocupação de uma única disciplina, mas, numa perspectiva Inter e multidisciplinar, onde buscam desenvolver o ser humano por meio de estratégias que instiguem sua percepção, raciocínio e expressão produzindo comparações, análises e sínteses, novos conhecimentos a partir de sua realidade, da sua vivência. Através dos projetos de intervenções sociais elaborados pelas equipes, e foram colocados em práticas no local objeto de estudo escolhido pela turma chamado Vila de Limondeua. Viseu- Pará.

       Os acadêmicos agindo como educadores ambientais concluíram, face às constatações, que a escola, como uma das principais agências formadoras do ser humano, vê-se questionada e desafiada pelas pressões que o mundo contemporâneo vivencia. E por isso, levaram como proposta de ensino os procedimentos pedagógicos de: teatro sobre a prevenção e tratamento da água, plantio de mudas e sementes, separação de lixo, oficinas de reciclagem, vídeos com filmes voltados para a proteção do meio ambiente, confecção de jogos pedagógicos sobre os animais e cartazes de conscientização, entre outras. E assim declaram a educação ambiental como um processo educativo, de formação da cidadania.